Hoje estou celebrando uma vitória em um projeto pessoal muito importante.

Olhando para trás, vejo quais passos realmente fizeram a diferença nesta jornada. Porém, houve momentos em que parecia que nada dava certo. Mesmo fazendo “meu melhor”, o resultado não saía do jeito que eu queria.

Mas aconteceu. O que significa que persisti, apesar dos resultados inesperados (afinal, todo resultado é resultado!).

Esta força que me impulsionou mesmo diante das adversidades é a motivação. É uma combinação de expectativa das vantagens que terei no futuro, ao alcançar minha meta, e uma crença muito forte de que aquilo é possível. O que implica no seguinte: se não está acontecendo, é porque algo precisa ser ajustado.

Nestas horas, busquei apoio e reavaliei meu plano de ação. Em um critério, precisei ceder.

Ou seja, mesmo não tendo controle sobre todas variáveis envolvidas, eu posso assumir mais responsabilidade sobre a minha parte e, com isso, ajustar minhas estratégias para chegar onde quero.